Entenda o que é a doença de Lyme, que acometeu Justin Bieber

Entenda o que é a doença de Lyme, que acometeu Justin Bieber

Se até pouco tempo a doença de Lyme era bastante desconhecida, hoje praticamente todo mundo já ouviu falar sobre ela. Isso porque o astro da música pop Justin Bieber confirmou no início deste ano, por meio de um post no Instagram, que foi diagnosticado com a doença.

Mas você sabe por que ela tem esse nome, quais são as causas e como se dá o tratamento? Acompanhe que vou explicar agora mesmo.

Lyme fica nos EUA

Em 1997 começaram a surgir vários casos de pessoas com sintomas como inchaço e dores nas articulações na cidade de Lyme, em Connecticut, nos Estados Unidos.

Inicialmente o diagnóstico era de artrite, mas como os sintomas desapareciam e afetavam apenas adolescentes, os pacientes foram estudados. Foi quando a doença de Lyme foi descoberta. Ou melhor, quando ela foi nomeada, porque acredita-se que pode ser muito mais antiga.

Transmissão por carrapato

Comum nos Estados Unidos e no Canadá (nacionalidade de Bieber), a doença de Lyme é causada pela bactéria Borrelia burgdorferi e transmitida por carrapatos.

Geralmente o aracnídeo permanece grudado na pele para sugar o sangue por mais de um dia. Quanto mais tempo ele ficar ali, portanto, maior o risco de inocular no corpo da pessoa a bactéria causadora da doença de Lyme, que rapidamente invade a corrente sanguínea.

Para transmitir a doença, os carrapatos devem ficar aderidos à pele por, no mínimo, 36 a 48 horas. Dessa forma, há que se considerar que, quanto menor o carrapato, maiores são as chances de transmitirem a doença, porque são mais difíceis de serem detectados.

Os sintomas da doença de Lyme

Apesar de serem variáveis de pessoa para pessoa, os sintomas da doença de Lyme costumam ocorrer um mês após a infeção pela bactéria e afetam principalmente pele, articulações e sistema nervoso. Entre os sinais estão:

  • Surgimento de protuberância avermelhada onde houve a picada. A erupção, uma das características da doença de Lyme, pode ocorrer em mais de um lugar do corpo.
  • Sintomas de gripe, como febre, fadiga e dores no corpo.
  • Após semanas ou meses após a infecção, podem surgir dor nas articulações e inchaço.
  • Algumas pessoas são acometidas por problemas neurológicos como meningite, paralisa temporária de um lado do rosto (paralisia de Bell), dormência ou fraqueza dos membros, além de terem seus movimentos musculares prejudicados.
  • Os sintomas menos comuns são problemas de coração, como batimento cardíaco irregular, inflamação dos olhos, inflamação do fígado e fadiga severa.

Há doença de Lyme no Brasil?

A doença de Lyme é mais comum nos Estados Unidos, Canadá e em algumas regiões central e leste da Europa, bem como o sudeste da Escandinávia e ao norte do Mediterrâneo, em países como Itália, Espanha e Grécia. Quem viaja para esses destinos e tem bastante contato com áreas arborizadas e gramadas, deve ficar atento.

No Brasil há diagnóstico das mesmas manifestações clínicas após picada de carrapatos desde 1992. Aqui, no entanto, os carrapatos não pertencem ao complexo Ixodes ricinus, como encontrado nos Estados Unidos. 

A variante brasileira da doença, portanto, é denominada de doença de Lyme símile brasileira ou síndrome de Baggio-Yoshinari. No Brasil ela é rara e acomete menos de 150 mil pessoas no ano.

O tratamento indicado

Quando o tratamento é iniciado precocemente, a doença pode ser curada. Em pacientes que tiveram múltiplos contatos com o carrapato ou o aracnídeo permaneceu por bastante tempo no corpo, o quadro pode se agravar e deixar sequelas irreversíveis. 

Além disso, é recomendado ingestão constante de antibiótico para evitar novos episódios de contaminação. Bieber, por exemplo, ainda está em tratamento médico. A doença de Lyme é a mesma contraída pela cantora Avril Lavigne, que parou a carreira por cinco anos para se tratar física e emocionalmente.

É possível prevenir?

A principal forma de prevenção é evitar o contato com carrapatos: não ficar deitado na grama, evitar andar com a pele exposta em pastos ou à beira de rios. Vale lembrar que os locais preferidos do corpo humano para os carrapatos são o couro cabeludo, as axilas e a região da virilha – áreas com mais cabelos e pelos.

Se você for picado por um carrapato, mesmo que não apresente sintomas, procure um médico. Quanto antes for iniciado o tratamento, melhor.

Comentários